EMPINEI A BUNDA NA TRILHA DE PEGAÇAÕ E DEIXEI GERAL COMER

Empinei a bunda na trilha de pegação, enquanto o trabalhador me come, o tio fode minha garganta. Onde um fode, dois fodem, três fodem e assim por diante, deixando meu cu destruído e cheio de esperma.Sempre passo por esse parque depois do expediente. Encontro vários colegas de trabalho. Todos cheios de desejo. Muitos sabem que gosto de ser passivo, mas não se aproximam de mim no escritório com medo de todos descobrirem. Mas tudo muda quando o expediente acaba. Na empresa em que trabalho, há um chuveiro disponível para todos os funcionários. Como sempre, tomo meu banho antes de sair, troco de roupa e vou direto para as trilhas de pegação, mamar vários trabalhadores antes de ir para casa. Muitos trabalhadores gostam de fazer sexo anal e receber um boquete antes de ver a esposa. Eles entram no parque em busca de sexo fácil com vários gays passivos. É excitante ver esses homens durante o dia trabalhando duro, e após o experiente me comendo igual a um cachorro. A presença masculina por toda parte, suados e brutos no trabalho, me enlouquece. É ainda mais excitante quando os pegos na trilha.A maioria não tem ideia de como proceder, não sabe onde tocar, muitos sentem vergonha de apertar até a minha bunda. Eu, como um bom rapaz destemido, ajoelho-me, abro seu zíper, fazendo tudo isso encarando seus olhos, tiro seu pênis flácido de dentro da calça e chupo, engolindo conforme sua vontade. O (tesão) é tão intenso que o seu pênis fica duro como uma pedra. Agora é minha vez! Fico de pé, abaixo o short e a cueca, empino minha bunda, desejando que ele penetre seu pênis ereto em mim com força, do jeito que ele gosta. Me coma no meio do parque, filho da puta.


Este conteúdo é exclusivo para Assinantes! Para acessar clique em:

Se você ainda não é um assinante, assine agora mesmo! Planos a partir de R$ 28.90